Mudança accionista não afectará desenvolvimento da Unitel

unitel

A Unitel, operadora de telecomunicações angolana, não será afectada no seu desenvolvimento tecnológico pela saída da Portugal Telecom (PT) da sua estrutura accionista. Esta conclusão resulta das palavras do administrador e director-geral adjunto da Unitel, Amílcar Safeca, proferidas no decurso de uma entrevista dada em Luanda à agência noticiosa Lusa.

Questionado sobre se existiria algum entrave ou impacto negativo decorrente da perda da PT como accionista, Amílcar Safeca respondeu:  “Não, acho que não. Sempre trabalhámos com vários parceiros tecnológicos, a nível mundial. Temos um plano estratégico que tem sido implementado essencialmente com recurso às nossas equipas de engenharia locais. Por isso não afecta em nada”, acrescentando que a Unitel seguirá sem dúvida o seu percurso natural de crescimento.

Estas afirmações foram proferidas numa altura em que, de acordo com os números divulgados pela Lusa, a Unitel conta com 11 milhões de cartões activos em Angola para uma população de 24,3 milhões de pessoas.

Como recorda igualmente a agência noticiosa, “Na sequência do processo de fusão com a PT, a Oi manifestou a intenção de vender a participação de 25% na Unitel por 2.000 milhões de dólares”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s