Huambo com forte investimento em programa de expansão da água potável

huambo

Tem sido muito falado, e pelas melhores razões, o programa do Governo angolano para a construção de infraestruturas de energia eléctrica e o alargamento da sua distribuição no território. Mas é igualmente prioritário assegurar o acesso a água potável canalizada à população, em regiões onde as pessoas ainda não dispõem com facilidade desse bem essencial.

Foi pois com agrado que li as declarações ao Expansão do diretor provincial de Energia e Águas, Jorge Andrade. De acordo com este responsável citado pelo jornal e já a partir de 2016: “A cidade de Huambo deverá dispor de 60 metros cúbicos de água (60 milhões de litros) por dia dentro dos próximos anos”.

No final do projecto que está já em curso, a cidade terá mais duas estações de tratamento para além da actual e mais quatro centros de distribuição, elevando o número para sete. No total, estão previstas 16 mil novas ligações domiciliárias, visando acompanhar o aumento do número de habitantes na capital de Huambo, uma província que de acordo com as estatísticas conta com mais de 1 milhão e meio de habitantes.

 

  

E você? Sabe o que é o swag?

sagresangola

Ao ver a recente campanha publicitária lançada pela cerveja Sagres, aqui em Angola, decidi finalmente esclarecer uma dúvida que me incomodava há muito tempo e tentar perceber o que é isso do ‘swag’.

Através do Skype, lá perguntei a um sobrinho meu que anda sempre actualizado nestas coisas dos ‘gadgets’, redes sociais e palavreado da moda. Depois de ser obrigado a ouvir várias gargalhadas suas e piadas sobre a idade deste seu tio ‘cota’ e que não vai para novo, acho que fiquei a entender finalmente o conceito e o seu significado. O ‘swag’ será, portanto, uma combinação de estilo e atitude. Algo parecido com aquilo que no meu tempo (para utilizar a terrível e inevitável expressão) se classificava como ‘cool’. Mas adicionando-lhe mais energia e uma postura criativa ou mesmo irreverente.

Em suma, uma pessoa com swag – e aqui corrijam-me se estiver enganado, deixando o vosso contributo na caixa de comentários – é alguém que impressiona pela sua ‘pedalada’ ou dinamismo, sentido irreverente da moda e atitudes admiradas pelos outros.  Se assim for, enfim…Nunca terei ‘swag’ na vida. Mas isso não me impede de apreciar de mesma maneira uma Sagres bem fresquinha. Ou até duas, se for preciso.

Governo angolano prestes a resolver situação do BESA

zedu

A imprensa portuguesa anunciou que o Governo angolano vai injectar capital no BES Angola e solucionar o problema do banco, assumindo o seu controlo accionista. Uma decisão que estará já tomada, faltando apenas a sua formalização.

Com esta medida, de acordo com o português ‘Jornal de Negócios’, o aumento de capital a realizar converterá o BES (que actualmente detém 55,71% do BESA) em accionista minoritário e “assegurará através de um plano de pagamentos faseados, o reembolso do empréstimo de curto prazo no valor de 3000 milhões que o BES concedeu ao banco angolano”.

Esta parece ser de facto a melhor solução para o imbróglio criado em torno do BES e que colocou mais de 70% da carteira de crédito do BESA em risco de incumprimento, levando o Estado angolano a ver-se na necessidade de assinar uma garantia soberana.

Agora, se o presidente José Eduardo dos Santos optar pela solução que se diz ter já na sua posse para aprovação, está encontrada a forma de resolver a liquidez do BESA e ao mesmo tempo assegurar o futuro da instituição bancária. Aqui em Angola, o meio empresarial e financeiro aguarda com expectativa os desenvolvimentos.

Abrahão Gourgel defende no Cuando Cubango maior cobertura territorial do sector bancário.


abraao_gourgel

Gostei de ouvir as palavras do ministro da Economia, Abrahão Gourgel (na foto), no seu discurso proferido durante o II Fórum Económico da província do Cuando Cubango, a que tive a oportunidade de assistir.

O evento, muito participado, reuniu na mesma sala diversos empresários angolanos a outros de diferentes nacionalidades, para uma partilha de experiências e exemplos subordinados ao tema “Transformar o Cuando Cubango em terras do progresso”.  

Sem deixar de referir-se às necessidades e potencialidades específicas do Cuando Cubango, mas enquadrando-as também numa perspectiva mais abrangente da estratégia para o desenvolvimento angolano, o ministro salientou o esforço do Governo na criação e garantia de condições para que os empreendedores e pequenos empresários possam gerir os seus negócios com melhor planificação, tanto a médio como a longo prazo, e também com mais eficácia na utilização das suas ferramentas de gestão.

Para Abrahão Gourgel, o sucesso dos empresários e dos empreendedores em Angola passa necessariamente por uma maior cobertura territorial do sector bancário, por forma a constituir uma estrutura de suporte mais abrangente e que, em consequência, permita agilizar os negócios, estimulando a produção e fomentando a poupança.

Finalmente, no que diz respeito à província do Cuando Cubango, o ministro da Economia destacou ainda as vantagens obtidas quando se coloca em prática uma aliança entre as acções do Governo e as que resutam da iniciativa privada, permitindo a reabilitação e exploração integradas dos recursos hídricos da região, com impacto na produção agrícola.

 

 

Governo angolano anuncia criação de 1 milhão de novos empregos para jovens até 2017.

chikoti

O ministro angolano das Relações Exteriores, George Chikoti (na foto), anunciou em Nairobi que o Governo de Angola definiu como objectivo a criação um milhão de empregos directos para jovens até 2017, no âmbito do Plano Nacional de Desenvolvimento da Juventude.

No seu discurso, proferido na reunião do Conselho de Ministros da Conferência Internacional da Região dos Grandes Lagos que antecedeu a Cimeira Extraordinária de Chefes de Estado e de Governo realizada ontem – e que teve precisamente como ponto central a promoção de emprego para a juventude – George Chikoti afirmou, segundo a ANGOP, que “o Executivo contará com a definição de legislação que facilite que os jovens sejam beneficiários, sem constrangimentos de nenhuma ordem aos empregadores, no acesso ao primeiro emprego”.

Mais informação pode ser lida aqui

Os Tunezas dão espectáculo no Centro de Convenções de Belas

Para variar um pouco dos temas mais sérios de cariz económico, que são a principal razão de ser deste blogue, partilho convosco a a informação que me deram de que o grupo de humoristas ‘Os Tunezas’ vai apresentar este sábado dia 26, no Centro de Convenções de Belas no Futungo II, o seu espectáculo “Mesa Familiar”.

O grupo – que para aqueles que me lêem em Portugal é o equivalente angolano dos Gato Fedorento e existe desde 2003 – terá ainda como convidados em palco figuras como Puto Português, Zoca Zoca, Bambila, Kyaku Kyadaff e Anna Joice, de acordo com a promoção.

Como amostra da qualidade do humor deste colectivo, reforçada também pela formação dos seus membros como actores, deixo aqui um sketch que não sendo recente se tornou viral e é um dos mais partilhados na Internet; A entrevista ao Dr. Martins, ‘especialista’ com uma visão muito particular sobre a vida animal . Espero que se divirtam. Por mim, lá estarei no espectáculo de sábado para os ver e ouvir num momento de descontração bem merecido, após uma semana de intenso trabalho.

Aposta na piscicultura é exemplo de empreendedorismo na província de Uíge

piscicultura

Uma notícia recente assinada pelo jornalista Luís Fernando, do semanário ‘O País’, merece bem não passar despercebida; No munícpio de Maquela do Zombo, no Uíge, mais precisamente em Kibocolo, crescem em tanques milhares de peixes num projecto pioneiro de piscicultura que resultou do investimento e esforço de um homem.

Mawete João Baptista, natural da localidade e deputado da Assembleia Nacional pelo MPLA, começou com apenas duzentos e oitenta peixes adquiridos a pescadores do distrito de Zambizanga e hoje conta já com 17 tanques, cada um com cerca de dez mil peixes e a  previsão de aumentar em breve o número de tanques para o dobro.

À povoação, descreve Luís Fernando, chega-se através de “uma estrada de magnífico asfalto, cheirando a material novo, estendida por 220 Km”. Estrada essa que a ministra angolana das Pescas, Vitória de Barros Neto, percorreu antes da sua visita ao local guiada por Mawete João Baptista e comprovando assim as potencialidades desta unidade de piscicultura.

Este projecto, arrojado e inovador não apenas no cenário daquele que é o tecido produtivo da província do Uíge mas inclusive do próprio país, é um sinal muito positivo de iniciativa privada e um exemplo de empreendedorismo para o sector empresarial angolano.

Recorde-se que nesta área, em Abril passado, foi assinado em Brasília um acordo de cooperação técnica para o desenvolvimento da piscicultura em Angola. Ao abrigo do convénio, celebrado entre o Instituto de Desenvolvimento de Pesca Artesanal e Aquicultura do ministério das Pescas de Angola e a Companhia de Desenvolvimento dos Vales de São Francisco e do Paraíba (Codevasp), esta última “contribuirá, durante dois anos, para o desenvolvimento da pesca artesanal e valorização dos recursos pesqueiros em Angola, através, essencialmente, da formação de técnicos angolanos”.

Jornal de Angola, FILDA 2014 e Jack Nkanga

Hoje deixo-vos aqui três apontamentos para acontecimentos distintos entre si, mas que merecem por razões diferentes serem acompanhados de perto:

  1. A FILDA 2014 abre hoje finalmente as portas e decorrerá até dia 27, com a presença de 41 países e 805 expositores. Portugal é o país que conta com a maior comitiva, integrando uma centena de empresas, a maior de sempre nesta feira. Paulo Portas, Vice-Primeiro-ministro português, participa à hora em que escrevo na inauguração do certame, tendo já divulgado que as trocas comerciais entre Angola e Portugal atingiram, em 2013, o máximo histórico de 7.500 milhões de euros.  
  2. De leitura obrigatória este editorial de hoje do Jornal de Angola, que destaca a visita do Primeiro-ministro de Itália Matteo Renz,i a qual coincide com a presidência italiana da União Europeia. Mas também a cimeira de Chefes de Estado e de Governo da CPLP em Díli, aplaudindo “as vozes que em Portugal defendem o estatuto do Cidadão da CPLP. Políticos como o socialista António Costa começam a olhar para a comunidade  como uma oportunidade que passa largamente o folclore”, ressalva o editorial.
  3. Finalmente destaque também, numa outra tónica mais descontraída, para o novo álbum de Jack Nkanga que foi apresentado há poucos dias no sempre animadíssimo Miami-Beach. “Oops” tem produção da Kanono Soul Music, e é o primeiro disco a solo do cantor nascido com o nome de Jack Fernando. Para quem ainda não conhece a sua música, aqui fica um exemplo com “Sonhador”, uma das músicas que integram o álbum.   

Sá Silva mais uma vez no Top 10 da GP3 Series.

sasilva

Aqueles que como eu, são fãs do desporto automóvel,  gostarão certamente de saber que após a correção feita pela GP3 dos resutados deste domingo em Hockenheim, o piloto angolano Luís Sá Silva ficou no Top 10 da corrida 2.

A inclusão no Top 10 é aliás algo a que Sá Silva já nos habituara nas provas anteriores, o que demostra à evidência a boa evolução e o empenho do piloto da Carlin, com quem assinou para a GP3 Series em 2013. Espero que tudo lhe corra pelo melhor daqui a poucos dias, quando correr no Circuito Hungaroring, na Hungria. O site oficial de Sá Silva, que com apenas 24 anos e natural de Benguela é o piloto angolano com mais títulos conquistados , pode ser visitado aqui.  (Foto: Autonews)

 

Multichoice alarga oferta de televisão em Angola.

sónovelas

A partir da próxima terça-feira, dia 23, será alargada a oferta de canais de televisão em língua portuguesa aqui em Angola (ao mesmo tempo que em Moçambique) com o arranque da emissão de dois novos canais de cinema e um de novelas,com distribuição através da Multichoice.

Um dos canais terá o nome de Cinemundo e o outro chama-se DStv Pipoca. Este terá uma emissão diária de 12 horas de filmes totalmente falados ou dobrados em português. O operador exclusivo da DStv Pipoca é a Multichoice, onde dá cartas o português Nuno Santos, antigo diretor de informação da RTP.

Mas aquele que promete ser o trunfo da Multichoice é o DStv SóNovelas. Como escreve o próprio Nuno Santos na sua página da rede facebook:

“O DStv SóNovelas é um novo canal 24 horas com uma programação de novelas, género que, de acordo com todos os estudos, é um dos preferidos dos espectadores em África. O SóNovelas terá produção brasileira, latino-americana em geral e também portuguesa (…) é um dos cinco novos canais da Multichoice e onde vão estar caras muito familiares aos espectadores. Será lançado terça-feira e apresentado ao Mercado e aos Media em Luanda na segunda à noite”.

Espero então, depois da apresentação e para quem não tiver a oportunidade de lá estar. poder contar-vos aqui como correu a festa.