Angola e Portugal reúnem para agilizar vistos e circulação de cidadãos entre os dois países

angola_e_portugal_bandeiras_5

Para os muitos milhares de Portugueses que trabalham em Angola, mas também para todos os Angolanos que optam pela situação simétrica, é uma excelente notícia esta que hoje dá conta da reunião cujo objectivo principal foi o de assegurar a melhor circulação de cidadãos entre os dois países, com a intenção de promover o desenvolvimento das actividades de negócio de pessoas e empresas.

Segundo uma nota do Ministério das Relações Exteriores (Mirex) difundida pela comunicação social, irá ser facilitado “O intercâmbio nos domínios académico, cultural, científico, tecnológico e na área da saúde, para contribuir e aprofundar decisivamente a excelência das relações bilaterais”.

Um ponto importantíssimo da reunião foi o da avaliação dos procedimentos de agilização dos prazos na concessão de vistos, sendo que de ambos os lados foi considerado como desejável maior rapidez na capacidade de resposta para a renovação dos mesmos com destaque para os vistos de trabalho, incluindo a sua conceção e renovação.

“A referida reunião decorreu num clima de perfeita cordialidade, franqueza e clara vontade de cooperação, com vista a concretizar os objectivos e os benefícios mútuos acima referidos”, sublinha a nota.

Indica que os participantes reiteraram o compromisso de, em conjunto, trabalharem para a contínua melhoria dos mecanismos de concessão de vistos, agilizando e aperfeiçoando as condições técnicas e administrativas que norteiam a sua emissão, de modo a assegurar a facilitação da circulação dos respectivos nacionais nos dois territórios.

A reunião contou com a presença do embaixador João Maria Cabral, director-geral dos Assuntos Consulares e das Comunidades Portuguesas do Ministério dos Negócios Estrangeiros de Portugal, e de Teodolinda Coelho, directora da direcção Europa do Ministério das Relações Exteriores de Angola (Mirex).

Um pensamento sobre “Angola e Portugal reúnem para agilizar vistos e circulação de cidadãos entre os dois países

  1. Mas porque será que só agora, é que se preocupam com os vistos,e a facilidade de circulação, quando angola estava em Guerra ninguém queria saber.Mas quem é que isto realmente interessa? Os descendentes de angolanos e angolanos em Portugal não tem oportunidades nem nunca tiveram, a não ser trabalhar no Macdonalds ou obras..sempre foram desprezados, discriminados, Angola não te vendas, mantêm as regras dificulta a entrada no teu País.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s