Serviços do lixo em Luanda passam para a tutela municipal

graciano

O Governo Provincial de Luanda decidiu passar para as mãos das administrações municipais a responsabilidade pelo  pagamento, controlo e gestão das operadoras de recolha dos resíduos sólidos que antes se encontrava sob a responsabilidade da Empresa de Limpeza e Saneamento de Luanda (Elisal). O objectivo é o de providenciar “um melhor funcionamento e garantir celeridade na salubridade da cidade”, sendo que os municípios passarão a ter verbas próprias para resolver o seu problema de limpeza.

De acordo com a agência Angop, a decisão foi divulgada após uma reunião orientada pelo governador provincial, Graciano Francisco Domingos (na foto), com os administradores municipais, visando apresentar o novo modelo de limpeza urbana municipal.

Segundo o responsável pela comunicação do Governo Provincial de Luanda, existirão cinco empresas principais que serão distribuídas uma por  cada município. Essas empresas poderão efectuar sub contratações de outras empresas e de micro-empresas para as áreas de mais difícil acesso.

As micro-empresas, de acordo com a notícia, servirão de elo com a empresa principal, na recolha e transportação do lixo para o aterro sanitário.

Nos meses de Maio, Junho e Julho serão já feitos ensaios do novo modelo, o qual segundo a Angop “se espera traga melhorias no saneamento básico da capital do país, para posteriormente se entrar em definitivo para o novo modelo”. Até ao momento, a Elisal controlava 21 empresas operadoras de recolha de resíduos sólidos distribuídos por todos os municípios e distritos urbanos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s