China à beira de ultrapassar Portugal como fornecedor de Angola

ine

O semanário português ‘Expresso’ considera que a China irá “destronar nos próximos anos Portugal como principal fornecedor de Angola.” A conclusão tem como base os números divulgados pelo mais recente relatório do Instituto Nacional de Estatística (INE) de Angola, que inclui dados referentes ao último trimestre de 2014.

Ainda segundo o ‘Expresso’ e citando mais uma vez as estatísticas apresentadas pelo INE angolano, embora a quota chinesa (15,9%) esteja muito próxima da portuguesa (16%) importa observar que as importações chinesas aumentaram em termos homólogos 42%, enquanto por outro lado as compras a Portugal desceram 8,3%. No último trimestre, recorda o jornal, as importações angolanas registaram uma redução homóloga de 7,7%.

O mesmo artigo destaca que a China é já o principal mercado de destino das exportações angolanas, com uma quota de 45,3%, bem como o facto de a balança comercial angolana apresentar um saldo favorável de 418 mil milhões de kwanzas. .

Uma curiosidade é o facto de em quase todos os segmentos do sector alimentar e bebidas – o qual continua a dominar a lista das importações – se ter registado uma redução, excepto no caso do arroz, sendo que os angolanos importaram em mais 30% este produto alimentar. (Fonte: Expresso)

Advertisement

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s