Cerveja Cuca vai exportar para os Estados Unidos

cucafabrica

A cerveja Cuca poderá iniciar ainda este ano o processo de exportação para os Estados Unidos da América, de acordo com notícias publicadas e que têm como origem uma entrevista de Jocelyn Tchakounte, presidente da ACR Group, empresa norte-americana que se dedica à exportação de bebidas africanas para os EUA. Segundo o responsável, a empresa aguarda apenas pelo produto e pelas finalizações das negociações com o engarrafador da Cuca em Angola para que se iniciem as exportações,

O administrador do Grupo Castel, empresa produtora da cerveja Cuca, confirmou por seu lado estar em processo de negociação a exportação do produto para os Estados Unidos. Garante Philippe Frederic que “É verdade que os Estados Unidos manifestaram o interesse em exportar a nossa cerveja. Se tudo correr bem, finalizaremos em breve o processo de negociação e começaremos com a exportação, sem nenhum problema”.

Para a finalização das negociações com a empresa norte-americana falta apenas a apresentação de um estudo de viabilidade sobre o mercado americano. “Para se dar início às exportações precisamos de um estudo de mercado que o cliente tem de nos apresentar. Quando nos solicita a exportação, deve organizar-se para ver como vai distribuir o produto e como vai vender a cerveja”, explica Philippe Frederic . No entretanto, a Cuca já está a ser promovida no mercado norte-americano através de campanhas publicitárias.

“Já demos o maior passo. No ano passado, estivemos em Angola e negociámos com a empresa Cuca. Visitámos a fábrica e verificámos, in loco, a capacidade de produção. Neste momento, já começámos a fazer publicidade e o marketing do produto, nos Estados Unidos da América, para que a embaixada angolana no nosso país e a comunidade americana tenham consciência que, em breve, haverá Cuca nos Estados Unidos”, assegura Jocelyn Tchakounte que pretende igualmente encontrar um sócio angolano para a exportação de outros produtos nacionais para os EUA.

A ACR Group já exporta cerveja de países como Camarões, Tanzânia e vinhos de Marrocos para os Estados Unidos. Além do sector de bebidas, dedica-se ao sector agro-industrial, constrói estruturas para edifícios, faz instalação e gestão de sistemas de segurança electrónica, iluminação em edifícios e estruturas industriais, para além de ocupar-se da gestão e distribuição de gás para residências. (Fonte e foto: O País)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s