Criada linha de crédito para apoio das empresas portuguesas em Angola

piresdelima

O Governo português aprovou uma linha de crédito no valor de 500 milhões de euros p(cerca de 548 milhões de dólares) para o reforço da tesouraria das empresas portuguesas com atividade em Angola ou que exportam para este país, em especial as pequenas e médias empresas.

De acordo com o comunicado do Conselho de Ministros, que se realizou na passada quinta-feira, esta linha de crédito de apoio à tesouraria e fundo de maneio das empresas tem um prazo máximo de dois anos e carência de um ano. Pode ler-se igualmente no comunicado que a linha “será alvo de garantia pública, foi conceptualizada em colaboração com a Instituição Financeira de Desenvolvimento e será operacionalizada pela banca comercial”.

No final da reunião, o ministro português da Economia, António Pires de Lima (na foto), explicou que o Governo considerou “importante avançar” com esta linha de crédito de modo a ajudar as empresas com negócios em Angola a “gerirem a sua tesouraria e fundo de maneio neste momento mais exigente que o país atravessa”. As pequenas e médias empresas são os principais alvos da medida sendo que, para o ministro Pires de Lima, estão em causa cerca de 10 mil empresas que, “de uma maneira ou de outra, têm exposição a Angola, país que constitui um “parceiro muito importante para Portugal”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s