Governo britânico apoia desenvolvimento da agricultura angolana

DSC_0475

O processo de diversificação da economia angolana, em especial através do investimento no sector agrícola, terá o apoio activo do governo do Reino Unido. O compromisso foi assumido esta terça-feira em Luanda pelo reenviado especial do Primeiro-ministro britânico e ex-Ministro, David Heath (na foto com Njideka Harry).

A declaração de David Heat foi proferida por ocasião de um encontro que o responsável britânico teve com o director-geral do Instituto de Cereais de Angola, Benjamim Castelo. Entre os seus objectivos, foram debatidas nesse encontro as melhores formas de estabelecer e concretizar parcerias entre as instituições e empresas britânicas e as suas congéneres angolanas, em particular as ligadas à Agricultura, Energia e Indústria Extractiva.

“Estamos a explorar as formas de como podemos tornar realidade este enorme potencial comercial”, afirmou David Heath. De acordo com as notícias divulgadas, o político britânico salientou ainda que o recente progresso económico alcançado por Angola reforça as vantagens de o país continuar a avançar “rumo à diversificação do aparelho produtivo”.

Na mesma ocasião, o director-geral Benjamim Castelo divulgou que o Instituto de Cereais de Angola que vai apresentar um memorando com a definição de propostas e de um calendário para a execução das acções relacionadas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s