Projecto agrícola do Mucoso inaugura hoje

mucoso

Inaugura hoje, quarta-feira, após a reabilitação, o Perímetro Irrigado do Mucoso, na província do Cuanza Norte. Esté é um dos mais significativos projetos agrícolas em Angola e foi alvo de um investimento público no valor de 1,3 mil milhões de kwanzas, segundo os números divulgados pelo Ministério da Agricultura.

Para além da reabilitação do perímetro agrícola, o projecto envolveu a construção de residências para técnicos, áreas de serviço e outros equipamentos de apoio, nomeadamente para garantir o fornecimento de água potável à produção. A produção iniciar-se-á agora com enfoque nas frutas e hortícolas jao nível dos produtos, numa área de inicial de 500 hectares.

De acordo com o divulgado, “A reabilitação desta área, no município do Dondo, foi realizada pela empresa espanhola INCATEMA e envolveu ainda a recuperação de mais de 20 quilómetros de estradas, para facilitar a circulação de pessoas e máquinas na fazenda que integra o complexo agrícola. O investimento vai permitir, para já, a criação de 80 postos de trabalho, tendo a fazenda capacidade para garantir o armazenamento da produção em câmaras frigoríficas”.

O projecto contribuirá para o designío angolano de colocar a agricultura na liderarança do crescimento do peso do setor não petrolífero na economia nacional, seguindo as linhas definidas pelo Orçamento Geral do Estado (OGE) para 2015. A agricultura é considerado pelo Governo como um setor chave para o desenvolvimento economia nacional, liderando o crescimento entre oito áreas não petrolíferas identificadas e para os responsáveis governamentais “a dinâmica recente da economia agrícola tem sido um dos determinantes do desempenho do PIB não petrolífero”.

O crescimento da agricultura angolana está estimado em 12,3 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) nacional. As explorações agrícolas familiares, com um universo de cerca de 2,5 milhões de famílias, já são responsáveis por mais de 80% da produção de culturas alimentares básicas – cereais, raízes, leguminosas – e detêm os maiores efetivos de gado do país.

Fonte: Agência Lusa.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s