Grupo Nabeiro adquire Liangol

ginga

O Governo angolano decidiu privatizar a 100% a empresa pública de produção de café Liangol, através de uma venda directa ao grupo português Nabeiro, proprietário da Delta Cafés.

De acordo com a agência noticiosa Lusa: “A decisão da venda à Angonabeiro, unidade do grupo português Nabeiro que atua em Angola há 14 anos, consta de um decreto executivo conjunto dos ministros da Economia, Abrahão Gourgel, e da Indústria, Bernarda da Silva”.

A privatização da antiga fábrica de café Liangol em Luanda teve como objectivo, segundo o Executivo, a conjugação com o plano naciola de “valorizar as unidades industriais com elevado potencial de crescimento e geradoras de divisas”.

No mesmo decreto executivo é referido que a Angonabeiro “pretende expandir a produção e comercialização, no mercado nacional e internacional, do café de marca Ginga, com a injeção de capitais adicionais, tecnologia e ‘know-how’ na cadeia produtiva e nos canais de distribuição”.

A Lusa recorda na sua notícia que o Grupo Nabeiro já tinha no passado sido convidado pelo Governo a colaborar na reativação da fábrica de café a qual transita agora das mãos da estatal Empresa de Liofilização e Moagem de Café (Limoca), para a Angonabeiro, por um valor a determinar após uma avaliação patrimonial actualizada.

A Angonabeiro opera no mercado angolano desde 2000 na área do comércio e da indústria, através das marcas de café Ginga e Delta, entre outros produtos. Em Janeiro deste ano, o director-geral da Angonabeiro anunciou a intenção de exportar a marca de café Ginga para a África do Sul, Namíbia e Moçambique.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s