Embaixador em Lisboa considera que Angola e Portugal vivem momento de reaproximação

Barica

O Embaixador angolano em Lisboa, José Marcos Barrica, considera que o clima de crispação entre Portugal e Angola está “a desanuviar”. De acordo com declarações prestadas pelo diplomata à agência noticiosa Lusa, os sinais mais recentes transmitidos pelos líderes de Portugal e Angola “apontam para uma reaproximação entre os dois países”.

Na mesma notícia, citada por vários meios de comunicação portugueses entre eles a RTP, a Lusa salienta que “O Embaixador José Marcos Barrica frisou que ‘Angola e Portugal estão condenados a conviverem lado a lado, com momentos altos e baixos’. Porém, “ninguém esquece a irmandade, ninguém esquece os laços afetivos entre os dois povos” e tudo “o resto são circunstâncias de percurso político, mas que se vão recompondo”.

O representante de Angola em Portugal realçou ainda que, “Em Portugal tem havido pessoas que, sempre que há vitórias de Angola, aguçam as inteligências para dizer algo que abafe o que é de bom” mas optou por salientar o lado positivo menorizando a polémica: “Temos que enaltecer sempre o que é positivo e negligenciar essas respostas do mal”.

Ressalvando que Portugal desempenhou “um papel de arauto” na candidatura angolana ao Conselho de Segurança das Nações Unidas, em particular junto dos dos países europeus – candidatura essa cujo sucesso apontou como  motivo de satisfação e orgulho dos Angolanos – José Marcos Barrica saudou igualmente Portugal pela eleição do país para o Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas.

Fotografia: Orlando Almeida/Global Imagens, via Jornal de Notícias online.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s