Nova unidade agro-industrial de Cacuso vai criar 2.500 empregos

cana

 

Cerca de 2.500 postos de trabalho e empregos directos serão gerados pela nova unidade agro-industrial de Cacuso, na província de Malanje, com inauguração prevista para o próximo mês de Outubro mas já em fase de teste de geração de energia.  

A informação foi avançada pelo director-geral da Companhia de Bioenergia de Angola (BIOCOM), Carlos Henriques Mathias, na sessão de assinatura do protocolo da BIOCOM com a ANIP, Agência Nacional para o Investimento Privado.

Uma vez em plena actividade, a unidade de Cacuso prevê produzir cerca de 18 mil toneladas de açúcar por ano. De acordo com o mesmo responsável, os projectos agro-industriais da Biocom com o apoio da ANIP estão avaliados no total em cerca de 750 milhões de dólares (75 mil milhões de Kz) para o desenvolvimento de projectos do sector agro-industrial. Com o aumento sua da área de plantação da cana, a Biocom poderá produzir anualmente 256 mil toneladas de açúcar.

Do lado da ANIP, o administrador Luís Domingos destacou que: “Este aumento do investimento representa muito para Angola” dado que irá permitir diminuir a importação de açúcar e cobrir cerca de 60% da sua procura ”É uma economia fabulosa que o projecto vai criar”, salientou ainda Luís Domingos, sublinhando a importância de se tratar de um projecto localizado na província de Malanje, no interior do país.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s